Weby shortcut
logo PetEMC

Quem Somos

Atualizado em 02/02/16 18:38.

PET (Programa de Educação Tutorial)

O Programa de Educação Tutorial (PET) foi criado em 1979 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) com o nome Programa Especial de Treinamento (PET), sendo transferido no final de 1999 para a Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação, ficando a sua gestão sob a responsabilidade do Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior (DEPEM). Em 2004, o PET passou a ser identificado como Programa de Educação Tutorial.

 

O PET é desenvolvido por grupos de estudantes, com tutoria de um docente (Professor Tutor), organizados a partir de formações em nível de graduação nas Instituições de Ensino Superior (IES) do País, orientados pelo princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão e da educação tutorial. Um grupo PET, uma vez criado, mantém suas atividades por tempo indeterminado. No entanto, os seus membros possuem um tempo máximo de vínculo, sendo o estudante participante (bolsista) de graduação a permanência até a conclusão da sua graduação e, ao professor tutor, por um período de, no máximo, seis anos, desde que obedecidas as normas do Programa. Existem atualmente 842 grupos no Brasil.

 

No ano de 2010, o PET - Engenharias (Conexões de Saberes), por meio do Programa de Educação Tutorial “Conexões de Saberes” (Edital nº 09 (PET 2010)) inaugurou suas atividades, na Escola de Engenharia Elétrica, Mecânica e de Computação (EMC), estando de encontro à expansão de grupos PET vinculados a áreas prioritárias e a políticas públicas de desenvolvimento, assim como a correção de desigualdades sociais e regionais, voltados a estudantes oriundos de comunidades populares.

 

O Grupo PET – Engenharias (Conexões de Saberes) orienta-se para os seguintes objetivos:

    • Ampliar a relação entre a universidade e os moradores de espaços populares, assim como com suas instituições.

    • Aprofundar a formação dos jovens universitários de origem popular como pesquisadores e extensionistas, visando sua intervenção qualificada em diferentes espaços sociais, em particular, na universidade e em comunidades populares.

    • Estimular a formação de novas lideranças capazes de articular competência acadêmica com compromisso social.

 

Por fim, o PET - Engenharias (Conexões de Saberes) buscará diariamente a melhoria do ensino de graduação, a formação acadêmica ampla de nossos estudantes, a interdisciplinaridade, a atuação coletiva e o planejamento e a execução de um programa diversificado de atividades acadêmicas será constante. Os estudantes (petianos) envolvidos complementarão verdadeiramente suas formações acadêmicas com atividades extracurriculares e os cursos de Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica e Engenharia de Computação serão impactados positivamente.

 

Para obter mais informações sobre o PET, acesse: http://portal.mec.gov.br/pet/pet.

 

Listar Todas Voltar