Weby shortcut
IconeInstagram
Acessibilidade1

PET-Engenharias visita Núcleo de Acessibilidade (UFG)

No início do ano um grupo de petianos se dispôs a iniciar um projeto na área de acessibilidade.

Durante uma visita ao núcleo de acessibilidade da Universidade Federal de Goiás, foram detectadas diversas carências da Universidade em relação a inclusão dos alunos com algum tipo de necessidade educacional. Dentre os problemas enfrentados, o maior deles é, sem dúvidas, a falta de verba federal para projetos de inclusão, não só de incentivo a participação dos alunos na vida acadêmica mas também para adaptações arquitetônicas e capacitação de profissionais para se adequarem a necessidade do estudante e, juntos, conseguirem progresso rápido em sua educação. De forma que o aluno consiga progresso na graduação e não pare os estudos por falta de motivação ou outros empecilhos encontrados dentro do meio acadêmico.

Desse modo, após análise das diversas áreas dentro da educação inclusiva que a engenharia pode servir como apoio no desenvolvimento, foram optados projetos para deficientes visuais. O projeto deu início com pesquisas de casos e uma visita, feita pelo Grupo PET-EMC em parceria com a Liga dos Inventores (LI-UFG), ao Núcleo de Acessibilidade da UFG, localizado no Laboratório MediaLAB, Campus Samambaia, Goiânia.

                                                                     NucleoAcessibilidadeVisita
                                 Carlos Eduardo (LI-UFG), Mariana Casetta (PET-EMC), Isabela Araújo (PET-EMC), Isabela Lopes (PET-EMC), Carolina Branquinho (PET-EMC), Isabela Magalhães (PET-EMC).

Categorias : Núcleo de Acessibilidade

Listar Todas Voltar